Grupo Café com Filosofia – Phipsi

Início » Biografia » Burrhus Frederic Skinner

Burrhus Frederic Skinner

Skinner

Burrhus Frederic Skinner nasceu em 20 de março de 1904 na Pensilvania nos Estados Unidos, e morreu em 18 de Agosto de 1990 em Cambridge. Conduziu estudos em Psicologia Experimental, propôs o Behaviorismo Radical revolucionando os estudos sobre Analise do Comportamento. Formou-se em Inglês e manifestou o desejo de tornar-se escritor, após ler os estudos sobre John B. Watson e Ivan Pavlov, Skinner transferiu seu interesse literário para o ramo científico, inscreveu-se na Pós-Graduação em Psicologia em Harvard, doutorou-se três anos mais tarde com o que seria o arcabouço de sua obra. Propôs que o reflexo é a encadeamento de um estímulo e uma resposta.

Sua maior contribuição na Psicologia foi com a concepção de Comportamento Operante, que discorre sobre a interação entre as respostas do organismo com o ambiente, onde o comportamento do individuo opera sobre o ambiente gerando alguma consequência, essa consequência também irá modificar o indivíduo, pois o mesmo é sensível a ela, aumentando ou diminuindo a probabilidade desta resposta ocorrer futuramente. Skinner embasou a sua teoria em experiências com ratos, onde o rato pressionava uma barra e obtinha agua, de forma que a agua tornava-se um reforço para a resposta de pressionar a barra.

O Behaviorismo de Skinner estabelece como objeto de estudo o comportamento, tem a pretensão de fazer uma análise científica do comportamento através de estudos realizados a partir de dados empíricos, com a proposta de predizer comportamentos. O Behaviorismo de Skinner é radical por duas razões, por negar radicalmente a existência de algo que escape ao mundo físico, que não tenha uma existência verificável no espaço e tempo, e por aceitar radicalmente todos os fenômenos comportamentais.

Anúncios

Artigos por Mês

%d blogueiros gostam disto: